BLOG

Como escolher os melhores produtos de limpeza profissional

Com tantas opções no mercado, como saber que está a fazer a melhor escolha?

Estando a falar de produtos de limpeza profissional, é importante considerar alguns pontos:

  1. Superfícies

Uma superfície em vinil é diferente de uma de mármore ou de madeira, logo deve verificar na ficha técnica se o produto é compatível com a superfície que vai limpar ou higienizar.

  1. Tipo de limpeza

Comummente usamos o termo “limpeza” para identificar a operação de limpeza e/ou desinfeção de espaços e superfícies. No entanto, limpeza, desinfeção e higienização são conceitos distintos.

A limpeza é a atividade que remove sujidades visíveis aos olhos. 

O processo de desinfeção de um ambiente consiste no uso e na aplicação de um desinfetante, produto que busca eliminar das superfícies 99,999% dos germes, bactérias e vírus.

A higienização corresponde ao processo que envolve a limpeza seguida da desinfeção. Assim, quando ouvir falar em higienização, você pode entender que a pessoa irá fazer a limpeza, retirando as sujidades do ambiente, e que de seguida irá aplicar desinfetante, realizando uma desinfeção.

Por sua vez, remover sujidades é diferente de remover incrustações. Então faz sentido que os produtos também sejam diferentes.

Daí existirem detergentes, detergentes desincrustantes, detergentes desinfetantes, detergentes desengordurantes. Existem ainda desengordurantes, desinfetantes, desengordurantes desinfetantes,..

Procure perceber que tipo de limpeza pretende nas instalações e superfícies existentes, de modo a poder escolher o produto de limpeza profissional correto.

  1. Pessoa responsável pelo procedimentos

Ter uma pessoa que é profissional de limpeza ou ter uma pessoa que acumula a função de limpeza com a sua função principal irá ter impacto nos resultados da limpeza se não tiver isso em consideração na hora de escolher produtos.

  1. Frequência de utilização

Não, não é o cheirinho o mais importante! Aliás, não se esqueça que existem algumas zonas — como as zonas de preparação de alimentos – onde é obrigatório o uso de produtos inodoros.

O mais importante entre produtos para a mesma necessidade é o rendimento do produto. Não faz sentido adquirir um bidão de 5 litros de um produto com uma concentração de 1% se apenas vai usá-lo 1 vez por semana. Está a parar o seu dinheiro em produtos de limpeza, quando existe a possibilidade de adquirir um produto menos concentrado.

O mesmo acontece na situação inversa. Por exemplo, um detergente desinfetante multisuperfícies é o produto mais usado, a par do detergente de limpeza dos pavimentos. Esses produtos deverão ser o mais concentrados possível, pois dar-lhe-á uma maior rentabilidade de uma embalagem, evitando ocupar espaço desnecessário (e que muitas vezes é limitado!)

Ter ambientes limpos na sua empresa reflete bem-estar e confiança, além contribuírem para a produtividade dos colaboradores, falam parte da equipa responsável pela limpeza ou não.

Por isso, ao escolher produtos de limpeza profissional, considere estes 4 fatores de modo a ter a garantia de que um produto vai entregar os resultados que promete e não vai prejudicar a sua equipa, a imagem passada aos cliente e mesmo as superfícies e equipamentos.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Diga-nos o que achou